Quatro por 4: A Sereia - Kiera Cass

2 comments

Olá pessoal!


O projeto é proveniente da união de algumas leitoras com blogs ativos ou não, mas que tem um prazer em comum, o amor pela leitura. Se você ainda não conhece o projeto que clique aqui 




Nossa resenha de hoje é sobre um livro apaixonante. Eu amo fantasias, isso não é novidade rs, mas tento não criar expectativas quanto ao tema, pois tenho me decepcionado com algumas ultimamente. No caso deste livro, tentei não criar dupla expectativa,  uma pelo fato de ser fantasia, outra pelo fato de ser da Kiera, autora cuja escrita já estava na minha lista. Espero que vocês gostem.



Próxima Leitura :




24505999-Vector-sea-green-shell-with-a-pearl-inside-Stock-Photo.jpg  A Sereia




“Eu queria ser capaz de explicar como a interrupção de uma vida plena era melhor do que o prolongamento de uma vida vazia.”
 Khalen, A Sereia – Kiera Cass.

 Sinopse:


Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.




Análises:


 Natália Assis

Este livro não apresenta as sereias que nós conhecemos, mas sim sereias como nós, apesar de possuírem uma voz fatal. Kahlen sempre serviu a Água muito bem, e dentre todas as sereias que a Água possui, Kahen é a mais querida por ela, assim como a Água para Kahlen é como se fosse uma mãe. Entretanto, quando Kahlen apaixona-se por um humano, as coisas não seguem mais o mesmo rumo.

Nunca havia lido nada da autora e, ao ler este livro, procurei não criar nenhum tipo de expectativa, e confesso que me surpreendi com a escrita da Kiera e com a história como um todo.
A Sereia traz uma narrativa leve e fluída. A sensação é como se você estivesse participando da história e eu simplesmente me encantei pelas personagens apresentadas. A relação entre Kahlen e Akinli é de suspirar, sendo que o amor entre eles é realmente verdadeiro, as outras sereias dão ainda mais vida a história e a Água traz aquela sensação de amor e ódio durante a leitura. É, realmente, uma boa leitura para fazer durante um dia, e se deliciar com a história e ainda querer mais!

INDICO.jpg



♥ Juliana Lima

Narrada em primeira pessoa sob a voz mortal de Khalen, literalmente, pois cada pedacinho de sua narrativa mata um pouquinho de nós, a história não é apenas a releitura de muitos contos perdidos sobre “as cantoras do mar”, a sensação que a autora passa é de tanta veracidade que acreditamos ser a história original,  tudo antes disso foi mera fantasia.

Conseguimos descobrir que alguém nasceu para escrever quando lemos uma segunda obra deste autor e nos sentimos tão extasiados quanto na primeira. Não há como negar o talento de Kiera e não é a criação e nem o desfecho da trama em si, pois,  independente da preferência literária de cada um , tenho certeza que não há quem não se encante com a forma como ela narra e conduz uma história. Ao terminar o livro, compreendi que Kiera é a verdadeira sereia que encanta a todos com a sua voz e nos leva a maldição eterna que querer ler mais e mais.


ENVOLVENTE.jpg


Mayara – Coelho da Lua

Inusitado, é a melhor palavra para descrever este livro. Confesso que pela sinopse esperava algo um pouco diferente e mais brutal. Mas é isso que a Kiera nos entrega desta vez, amor verdadeiro. Amor de todas as formas, em todos os aspectos. Estava com muito receio de ler esse livro por causa da minha decepção com a série A Seleção, mas ele me surpreendeu, de uma maneira bem simples, com uma leitura bem fluída, descrevendo muitíssimo bem os cenários da trama e os sentimentos da protagonista, ele me devolveu algo que eu tinha perdido… Ele te entrega uma nova visão sobre o mito das sereias e te envolve num romance lindo, apesar de parecer algo bem impossível de acontecer naturalmente. E claro, é isso que o torna uma obra de fantasia. Gênero que tanto amo. Super recomendo a leitura!

GOSTEI.jpg


Flávia – Coelho da Lua

Não sou muito fã de fantasia, mas como essa foi a escolha do mês, enfrentei o desafio. Mas foi um desafio tão “de boa” que acabei me surpreendendo. Bem que azamigas me avisaram que eu ia gostar!

Bom, falando de “A Sereia”, só tenho uma coisa a dizer: owwwwwnnnn! É tanta fofura num livro só!
Apesar do tema ser sereia, não tem quase nada do que costumamos idealizar sobre elas. A entidade principal é a Água, que controla toda a natureza e usa as sereias para seu próprio benefício. A Água depende das sereias para viver, e consequentemente, a manter os humanos vivos. E uma de suas regras é não se apaixonar. Sem contar todas as outras coisas que as sereis não podem fazer.

Mas é claro que isso acontece, só que não posso dizer como e porque, porque senão seria um spoiler gigantesco! Só posso dizer que é lindo de viver! A sereia Kahlen e o humano Akinli formam um casal lindo, mostrando um amor puro e inocente, mas que passa por momentos bem complicados durante a história.

A Água é irritante, e mesmo dizendo as sereias são suas filhas, ela as trata como escravas. E claro que não facilita a vida do casal. Pelo fato de terem se transformado em sereias e não tem nascido como uma, as sereias são meios desconexas do mundo real, não tendo memória nenhuma do seu passado humano, o que torna o cotidiano no mundo real bem “interessante”.


ENVOLVENTE.jpg


É isso aí pessoal!

Mil Beijos,

Juliana Lima – Quatro por 4♥
Próximo Postagem mais recente Post AnteriorPostagem mais antiga
Página inicial

2 comentários:

  1. Adorei ess tipo e post, com vários pontos de vista sobre o mesmo livro!
    Bom, eu sou fã de carteirinha da Kiera e isso todo mundo que me conhece sabe, mas o que não sabem é do meu medo de ler A Sereia depois de uma grande decepção com A Coroa. Odeio me decepcionar com livros e odeio ainda mais quando é livro de autoras que eu amo, aí sempre fico meio desanimada para continuar lendo obras dela =/

    Abraço,
    milenaschabat.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ai sério Milena?
    Eu já achei desnecessário a Kiera estender a Seleção. Já tinha sido uma trilogia perfeita, não precisava de mais. Meu medo é ler a Coroa,li até a Herdeira e acho que ela acabou com a trilogia para vender mais.
    A Sereia é um livro excelente. Eu, pelo menos, amei de paixão.
    Obrigada pela visita :)
    Beijos.

    ResponderExcluir