Distopia - Kate Willians

16 comments
Título: Distopia
Autora: Kate Willians
Editora: Arwen
Páginas: 314
Ano: 2015.


Sinopse: Novos padrões de convivência foram restabelecidos após a Grande Guerra ter devastado o planeta. Os países, estados e cidades foram quase que inteiramente dizimados. Os sobreviventes encontraram um novo meio de restaurar sua sociedade; dividir as pessoas com base na sua classe social. Os governados e os governantes. Num mundo onde o poderio militar dita as regras, será necessário muito mais do que um exército para impedir que os dois mundos eclodam. Thiago é soldado por obrigação e um Governado por nascença. Laura é filha do Coronel, uma Governante. O que eles não esperavam, é que viveriam um amor capaz de transcender o Regimento. A pergunta que fica é: você iria contra a sua família e sua origem, para viver um grande amor?


   Confesso que a princípio, assim que bati os olhos na capa do livro e na frase abaixo, achei se tratar de algo tipo "Tropa de Elite" um livro cheio de tiro, porrada e bomba, mas Kate Willians fez mais e foi além.

"Não estamos vestidos para lutar... Assim como não estamos vestidos para morrer!"

   Distopia e Fantasia são meus subgêneros favoritos e este livro não ficou atrás.
   Narrado em terceira pessoa de forma espontânea e transparente, coisa que também me surpreendeu por ter uma identificação maior com os livros narrados em primeira pessoa (nadador-personagem),  a obra conta a história de uma sociedade distópica em 2064, depois da grande Guerra no nosso ano atual de 2016. Somos separados entre governados e governantes.
   Os governantes são a elite. Com o  mundo separado por regiões e  classes sociais, os governantes se encontram na base dessa política desigual e desumana.  Impõem a ordem e os seus caprichos.  Os governados, por sua vez, devem somente obedecer e seguir regras. Eles veem o mundo sob suas perspectivas e acreditam que todos os governantes são iguais e imprestáveis. Nesse meio está Laura, filha do Coronel e Thiago, filho de um casal de governados. Ambos vivem à margem de suas realidades.


   Kate construiu um sistema que retoma o militarismo sob base ditatorial. Não há democracia ... opção de escolha ou livre-arbítrio, os governados são obrigados a entregar seus primogênitos meninos para o Regimento, a fim de que aprendam a ser soldados que ajudarão a firmar a ordem.  
  A linguagem é simples e objetiva, o desenrolar da história é fluido e todas os pequenos mistérios implantados em meio ao enredo são costurados nos próximos capítulos, não ficando nenhum fio solto. Os personagens são bem construídos, todos têm sua história, suas lembranças e sua personalidade. Gostei bastante da forma como Kate armou a trama,  deixando claro que todos nós somos humanos e temos dias bons e dias ruins e que nossa personalidade não permeia apenas na bondade. Todos os personagens tem seus dias e glória e de fraqueza, os governantes também são obrigados a viver à mercê do sistema e, no fim, todos são vitimas.
   O livro é cheio de ação. Os meninos do Regimento enfrentam dificuldades nos treinamentos e se enfrentam todos os dias, mas o que me chamou mais a atenção foi a importância de um trabalho feito em equipe. Kate mostrou, em várias situações, a importância de abandonar coisas como o ego, a vaidade e, principalmente, deixar entrar no coração  o amor ao próximo.
   As personagens femininas também me agradaram muito no livro. Embora as mulheres continuem a ser tratadas como frágeis e incapazes nessa nova sociedade, Laura, Anna, Nathalia, Isabelle e até Miranda,  provaram muitas vezes que podem ser o que quiserem e mais do que esperam.
  O livro também tem momentos de humor, forte lições de amizade e de afeto. Gostei bastante da amizade entre Laura e o irmão, provando que meninos e meninas podem ter muitas coisas em comum e de Thiago e Ângelo, ambos provenientes do mesmo lugar e descendentes da mesma história.
Enfim, super indico o livro para os amantes de uma boa Distopia e ainda ressalto que a autora é nacional, ou seja, mais um super talento para nossa lista.


A Autora:


*Clique na imagem e conheça mais sobre a Kate:
https://www.facebook.com/katewilliansauthor/?fref=ts



Espero que tenham gostado :)
O Que vocês acharam desta distopia fantástica?
Super beijo,
Juliana Lima
Próximo Postagem mais recente Post AnteriorPostagem mais antiga
Página inicial

16 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Comprei com a autora esse livro esses dias, e estou bem curiosa para ler. Parece ser uma estória muito boa e envolvente.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Larissa e depois me conte o que achou :)
      Eu Adorei!
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa, que tudo! Nossos talentos nacionais estão arrebentando mesmo. Li poucas distopias, assisti mais filmes do estilo do que li, na verdade, mas fiquei curiosa pra conferir esse aí. Bom saber que ele é cheio de ação. E uma coisa que me conquistou de vez: narração em terceira pessoal. Não gosto de narração em primeira pessoa e, infelizmente (pra mim), é o que mais tem surgido ultimamente. Já quero conferir!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Suelen!
      Prefiro a narração em primeira pessoa, pois gosto de entrar na mente do personagem, mas também amei a narração em terceira nesse livro. Os autores nacionais estão arrasando mesmo.
      Que ótimo para a nossa literatura :)
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Beijos.

      Excluir
  3. Adorei a sugestão e a resenha!
    Um excelente final de semana pra vc ❤
    💋
    carolnagliati.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Adorei esse beijinho, não sei fazer isso rs
      Beijos,
      juliana.
      http://www.fabulonica.com/

      Excluir
  4. Olá,
    Não conhecia a obra, parece algo que eu leria, rs.
    Adoro essa coisa de um amor superar todos os outros sentimentos. Quero ler!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Alessandra, é uma história muito bem construída.
      Você vai gostar :)
      Beijos.

      Excluir
  5. Os opostos se atraem... foi o que pensei logo que li a sinopse!

    http://juliamodelodemodelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Sim Júlia, com certeza o que é misterioso, diferente ou até proibido nos chama mais atenção.

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei sua resenha. Confesso que tenho curiosidade de ler esse livro há tempos, pois acho a premissa interessante e a capa também.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Bruna! Depois nos conte.
      Agora estou querendo ler Hunter, da mesma autora :)
      Só acrescentando a lista rs
      beijos

      Excluir
  8. Não é meu gênero favorito, parabéns pela resenha <3

    Blog Literário 2

    ResponderExcluir
  9. Oii Ju!
    Nunca tinha nada algo sobre este livro, mas a premissa dele parece bem interessante, assim como das distopias em geral. Porém, me parece que ele tem o seu diferencial, os personagens devem ser muito intrigantes, principalmente, as protagonistas, fortes e decididas (gosto muito disso).
    Abraço!

    http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é um livro muito bom. No meio do caminho foge um pouco o foco da Distopia, mas no geral é uma história bem contada :)
      Beijinhos

      Excluir