A Página Certa - Laplace Cavalcanti

2 comments


Título: A Página Certa
Autor: Laplace Cavalcanti
Editora: Ases da Literatura
Páginas: 228
Ano: 2014.


Sinopse: Já na idade em que as mulheres geralmente estão casadas e planejando seu primeiro filho, Cláudia relaciona isso ao insucesso de sua carreira profissional. Afinal, quem compraria romances de uma escritora fracassada no amor? Para piorar, sua editora não renovou seu contrato. Desesperada sem saber que rumo tomar, a escritora recebe uma incomum proposta de um grande empresário.

Excêntrico, dramático e mesquinho - dentre outras "qualidades" que possui -, Renato quer a ajuda de Cláudia para encontrar uma mulher para casar. Apesar de estar certo que nenhuma mulher recusaria o grande partido que ele é, por não ser nada romântico, o empresário chega à conclusão que só a escritora de romances ilusórios sobre a fantasia do amor verdadeiro - segundo ele próprio - poderá ajudá-lo.

A proposta vai contra tudo o que Cláudia acredita, mas as contas estão se acumulando e seu corpo precisa mais que achocolatado e bolacha para sobreviver. Será que a escritora dará conta de cumprir esta missão quase impossível?


   Claudia é uma escritora talentosa, mas sem muito sucesso. Seus livros tratam do assunto mais clichê do universo literário: o amor.
   E, se não bastasse o fracasso nas vendas, a escritora partilha de mais um fracasso na vida: o emocional.

   Como uma escritora que fala de amor pode nunca ter experimentado esse sentimento?
   Tudo piora quando ela recebe uma proposta de Renato que vai contra todos os seus conceitos. Mas, como conceitos não pagam contas, a escritora se vê encurralada e usa todos os seus conhecimentos literários para provar a Renato que seu conto de fadas existe, só não espera que terá que provar isso a si mesma.


"Eu ouvi uma conversa uma vez onde disseram que o maior presente que você pode dar a alguém é o seu tempo, porque você recebe uma medida fixa ao nascer e não sabe quando irá acabar. Então, quando você dedica parte do seu tempo a alguém, em vez de estar fazendo algo para si mesmo, você está dedicando parte da sua vida para essa pessoa.



      Narrado em terceira pessoa, A Página Certa traz consigo um toque de frescor para os descrentes nas histórias de amor. Laplace consegue envolver o leitor em uma trama leve e divertida. Os personagens carregam personalidade e ensinamentos em sua criação, apesar de passarem uma ideia descontraída da trama em seus diálogos. Cláudia,  por exemplo,  escreve sobre o amor, mas tem medo de se entregar por criar expectativas demais sobre como seria um final feliz. Renato só ama a si mesmo e, pelo mesmo motivo, não consegue enxergar a amplitude desse sentimento. Marcos é puro amor e paciência em tudo o que faz e os outros personagens, uma hora ou outra, são atropelados por atos ou experiências de amor e , cada um a seu modo, provam o quanto esse sentimento  pode ser grandioso.
   A trama é conduzida de forma leve e espontânea e se mantém igualmente até o final. Não há momentos em que a história se perde ou deixa algum fio solto. O desfecho faz jus ao desenrolar da história. Senti falta de um grande clímax que não compromete o desenrolar da história, pois, respeitando a estrutura leve, a trama tem seus momentos de surpresa que dão um ar romanesco e primaveril à história, como aquela sensação de leitura descontraída embaixo de uma árvore sobre o frescor de um fim tarde ensolarado. 
   Super indico ler A Pagina Certa para os amantes de um romance suave e divertido (capaz de arrancar boas risadas) acompanhado de bolacha, achocolatado e um lindo gatinho rs, pelo menos é o que a protagonista faria.

"Os únicos sonhos que não temos chances de alcançar são aqueles dos quais desistimos".



O Autor:


*Clique  e conheça mais sobre  Laplace Cavalcanti:

Fanpage
Instagram
Site

Espero que tenham gostado :)
O que vocês acharam desta obra?
Super beijo,
Juliana Lima

Próximo Postagem mais recente Post AnteriorPostagem mais antiga
Página inicial

2 comentários:

  1. Fiquei curiosa sobre o livro, parece que será o tipo de livro que mais gosto de ler.

    All We Need Is... | Passatempo Botilândia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito bom mesmo Maria :) Super recomendo.

      Excluir